sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Encontrada coleção de arte de Adolf Hitler em um monastério na República Tcheca

Uma coleção de obras de arte do Hitler foi descoberta pelo Kuchar Jiri, um historiador Tcheco, escondido no depósito do convento na pequena cidade de Doskany, que fica ao norte de Praga.

Entre as obras de arte, existe uma pintura enorme, intitulada Memórias de Stalingrado. Que descreve os soldados alemães feridos e abrigados em uma trincheira, acreditam que a obra de arte era umas das favoritas de Hitler, apesar da derrota catastrófica infligido a seus exércitos em Stalingrado por forças soviéticas.

Enquanto a guerra se aproximava do fim, Hitler aparentemente ordenou que as pinturas, as quais ele tinha ou comprado ou apreendido, serem escondidas em um mosteiro no sul da Boêmia. Mas as forças americanas encontraram e as levaram para um ponto central de coleta de artefatos saqueados pelos nazistas durante a guerra, mas depois desapareceu e ainda não está claro como eles acabaram no convento.

Em comunicado, o convento disse que não tinha idéia das origens obscuras das pinturas, mas acrescentou que pretende mantê-los.

Historiadores dizem que o valor histórico da coleção excede em muito seu valor artístico, embora em leilão que poderia buscar £ 1.700.000.

A descoberta também pode não ser o fim da história. Sr. Kuchar explicou que antes de desaparecer a coleta de fato somaram 16 pinturas, o que significa que nove ainda permanecem desconhecidas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário