quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

As estátuas da Ilha de Páscoa... tem corpos!







No domingo de Páscoa, 5 de abril, 1722, um capitão holandês chamado Jacob Roggeveen desembarcou o seu navio em uma ilha conhecida como Te Pito o Te Henua,que significa “O Centro do Mundo”. O capitão Roggeveen mudou o nome dessa ilha para Ilha da Páscoa. Localizada a uma distância de 2200 milhas (3500 quilômetros) da costa do Chile, ela é a ilha inabitada mais remota do mundo. A ilha é de 63 milhas de tamanho com três vulcões extintos, mas, tecnicamente falando, a ilha é um enorme vulcão encontrada a uma altura de mais de 3 km do oceano! Porém, o que mais intriga os pesquisadores são as estátuas de cabeças grandes espalhadas por toda a ilha. A descoberta, não tão nova, mas que aumenta o mistério sobre quem as esculpiu, quem vivia na ilha, como elas foram parar lá é o fato de que as estátuas da Ilha têm corpos, não são apenas aquelas enormes cabeças. Um grupo de pesquisa privado tem escavado recentemente as estátuas da Ilha e está estudando as escrituras nos corpos das mesmas. A dúvida agora é por que estes gigantes de pedra tiveram seus corpos enterrados? As estátuas sempre foram assim ou com o tempo ficaram desta maneira?

Nenhum comentário:

Postar um comentário