quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

História, patrimônio Cultural e divulgação das ciências e da saúde

A Casa de Oswaldo Cruz, através do Departamento de Arquivo e Documentação (DAD), desenvolve ações voltadas para a preservação do patrimônio arquivístico da Fiocruz e da área da saúde e das ciências biomédicas. Entre as suas atribuições está a reunião, constituição, organização e disponibilização por meio de serviços de atendimento ao público de um dos mais importantes acervos arquivísticos do país. Composto por 102 fundos de arquivo e coleções de documentos textuais, iconográficos, cartográficos, sonoros e videográficos abrangendo o período de 1803 a 2008, o acervo reúne documentos custodiados em caráter definitivo em função do seu valor permanente. Contém aqueles produzidos e acumulados pela Fundação Oswaldo Cruz, que incluem o patrimônio documental dos institutos que a constituíram em 1970, os quais já possuíam trajetórias expressivas, como é o caso do Instituto Oswaldo Cruz, criado em 1900, além daqueles que a compõem atualmente. Reúne também arquivos de cientistas, sanitaristas, médicos, técnicos e dirigentes que se destacaram em suas áreas de atuação e participaram da formulação e execução de políticas públicas de saúde no Brasil, além de parcelas de arquivos de instituições das áreas da saúde e das ciências biomédicas que foram doadas ao Departamento de Arquivo e Documentação da Casa de Oswaldo Cruz. Estão incluídas neste âmbito as coleções de documentos assim chamadas ou por terem seu contexto de produção desconhecido ou por terem sido reunidos a partir de uma temática específica.

Site: http://www.coc.fiocruz.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário