sábado, 17 de setembro de 2011

O Quebra-Quebra de 42

















































No dia 18 de agosto de 1942 durante o Estado Novo na presidência de Getúlio Vargas, a cidade de Fortaleza foi palco de um acontecimento peculiar, o chamado quebra-quebra de 42, o motivo do movimento foi o bombardeamento de seis navios brasileiros por submarinos alemães durante a Segunda Guerra Mundial. A população, inconformada com tamanha afronta dos alemães, toma suas próprias providências e sai às ruas para quebrar todos os estabelecimentos comerciais que tivessem alguma ligação com os países que passara a considerar inimigos, no caso aqueles que formavam o eixo: Alemanha, Japão e Itália. Durante o quebra-quebra Thomaz Pompeu Gomes de Matos registrou os acontecimentos e fez várias fotografias do movimento popular.




*fotografias: arquivo do Nirez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário